sexta-feira, 9 de junho de 2017

Casos Policiais - Rondônia

E agora sim quero comentar sobre os retratos falados : Fiz um curso de 21 dias pela Escola do SNI (ESNI) em 1987. Meu primeiro trabalho foi no caso do assalto ao BB, quando roubaram 350 milhões de cruzeiros. Tenho ainda os recortes de jornais que publicaram as fotos quase perfeita de dois dos 4 que foram desenhados. O Jornal o Globo, na época comentou que "a eficiência da policia de Rondônia em desvendar o caso foi um golpe de sorte por ter contado com um auditor do banco que era bom fisionomista e um excelente técnico em retrato falado"... Tá bom ou querem mais? Tá bom, querem mais! Lá vai: O próprio preso, o líder do bando, lá no 4º DP, comentou comigo ironizando: "Vc me desenhou legal cara. Já me desenharam muito por aí, cada um mais feio que outro. Vc acertou em cheio". O outro, apelidado de Mexicano, disse: "Tive que tirar o bigode que preservei durante tanto tempo..." Esses desenhos tinha sido publicados pelo O Estadão no dia seguinte ao roubo e eles se viram na capa do jornal da banca. Foi por isso que descobriram que a polícia estava na pista deles, se afobaram e tentaram sair da cidade, sendo presos no aeroporto. Autor: Mestre Queiroz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Luíza Gomes